domingo, 7 de maio de 2017

CURSO DE EXTENSÃO SOBRE LITERATURA INFANTIL


Acontecerá na Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Educação, o Curso de Extensão sobre Literatura Infantil, ministrado pela Profa. Dra. Lúcia Leiro. O curso é voltado para o público em geral e aborda aspectos históricos e teóricos da literatura para criança, bem como a difusão das narrativas por meio da contação de história.  

ONDE: Sala 12 do Departamento de Educação
HORÁRIO: das 16 às 20h
QUANDO: às quartas-feiras do mês de maio. 

Curso Gratuito.


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

ATIVIDADE AVALIATIVA (AVA) 2015.1 - VESPERTINO

AVA 1 (10,0)

Elaboração de cartazes:

1. Selecionar um autor ou autora

2. Destacar um livro

3. Elaborar um resumo

4. Organizar em papel metro e

5. Expor no espaço externo à sala (corredor)

Orientações:

!. O livro deverá trazer uma discussão de gênero, raça/etnia, classe, sexualidades. (Não é obrigado trazer todos)

2. O cartaz deverá conter a identificação dos componentes (nome completo), turma, nome da disciplina e do docente.

AVA 2 - ORAL (10,0)

Equipes:

 1.Origem(ns) da literatura infanto-juvenil.

2. O aspecto pedagógico e literário na literatura infanto-juvenil.

3. Gênero, raça/etnia, geração e sexualidades na literatura infanto-juvenil.

4. O ambiente como espaço social da criança na literatura infanto-juvenil

5. A relação entre as metáforas e a cultura na literatura infanto-juvenil.

 

AVA 3 -  ESCRITO/visual (10,0)

Produção de slides sobre a AVA 2

Orientação:

1.    Organização (encadeamento lógico dos slides, isto é, se há uma ordem: começo, meio e fim. Títulos e subtítulos, extensão do material (quantidade de slides, etc.)

2.    Cuidar da legibilidade do texto (fonte, desenhos, tamanho da fonte, uso de destaques)

3.    Verificar a estilística (diagramação, uso de designs e animações adequadas)

4.    Cuidar do material escrito (conteúdo: assunto, forma de dispor o assunto, conceitos, aplicação dos conceitos etc.)

5.    Referência (ABNT)

 

 

 

 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

ORIENTAÇÃO PARA OS GETs

Achei melhor que vocês pesquisassem os textos na internet, incentivando a pesquisa e a autonomia do estudante na construção do conhecimento. Segue abaixo algumas orientações sobre cada tópico. Existem críticos literários que trabalham há mais tempo como, por exemplo, REGINA ZILBERMAN e MARISA LAJOLO.

1 - Linguagem literária: a dimensão lacunar e polissêmica.

Este tópico deve destacar e explicar o texto literário como lugar do exercício da linguagem figurada, espaço de múltiplos sentidos. Que questão pode ser formulada a partir disto, tendo em vista a relação texto e leitor? Este tipo de linguagem é importante? Por quê? Ela se aproxima mais da função pedagógica ou estética? É possível que um texto possa unir de forma equilibrada o estético e o pedagógico? Exemplifique.

Sugeri o livro de Domingos Proença Filho, A Linguagem Literária.

2 - Literatura infantil e contexto sociocultural.
 
Em que circunstâncias socioculturais a literatura infantil se desenvolveu? A literatura pode interferir nas mudanças sociais e culturais? O livro de Regina Zilberman Literatura Infantil na Escola é exemplar. Há um outro texto no link abaixo que trata das condições socioculturais no Brasil da literatura infantil no Brasil.

3 - Literatura infantil e oralidade: a transmissão vocal de textos.
 
Este grupo focalizará na contação de histórias. Qual a importância desta modalidade narrativa? Quais os elementos da oralidade (linguagem oral) presentes na contação de história?

4 - Formas de apropriação contemporâneas da tradição oral.
 
Este grupo focalizará seu trabalho na tradição oral e da presença desta tradição nos textos contemporâneos. O que é tradição oral? Exemplifique. Por que é importante este componente nos textos? O que ela pode proporcionar ao leitor? Pesquisem o conceito de tradição oral e vejam se existem textos circulando no nosso cotidiano.

5 - Relações entre indústria editorial, mercado e estado.
 
Este grupo tratará de debater a relação entre a política da publicação e os diferentes grupos sociais. Vejam o que diz Cidinha da Silva sobre esta questão: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2014/09/22/interna_diversao_arte,448164/cidinha-da-silva-denuncia-o-preconceito-no-mercado-editorial-brasileiro.shtml.
 
Qual o papel do Estado no fomento às políticas editorias? Este grupo deveria ter ido ao Curso sobre Castro Alves que eu tanto divulguei nas redes sociais e na sala de aula, pois lá estavam dois editores: Myriam Fraga e Aleilton Fonseca. Vocês podem ainda entrevistar a diretora da editora da UNEB Nadja Nunnes, e pedir que ela fale um pouco sobre o assunto.
 
Este grupo deve ainda falar do mercado virtual, das disponibilidades para download das obras e das estantes e sebos virtuais.
 
Neste material, os dois capítulos são básicos para uma discussão.

6 - Escolarização da leitura de textos literários.
 
Este grupo tratará da do uso da literatura infantil nas escolas. Sugiro a leitura deste artigo http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem11pdf/sm11ss14_03.pdf. Pesquisem também entre as monografias de TCC. Visitem o setor e vejam se na estante vocês encontram algum material sobre o assunto. tentei pela internet, mas não consegui abrir.

7 - Produção nacional: a contribuição de Monteiro Lobato.
 
Existe um material vasto sobre Monteiro Lobato.
Sugiro um texto de Marisa Lajolo http://www.scielo.br/pdf/cp/n111/n111a13.pdf.
 

8 - Boom da literatura infantil na década de 70
 

Livro de Ligia Cadermatori O que é Literatura Infantil?
 
9 - Literatura e formação do leitor: o método recepcional.
 

10 - Produção de textos ficcionais na escola.

Este grupo deverá focar na prática pedagógica. É um estudo que pode ser feito de duas formas: ler o texto de alguém que pesquisou ou fazer a sua própria pesquisa. Se optar pela segunda, precisará escolher uma escola e buscar depoimentos de professores e alunos sobre o momento da composição ficcional, isto é, a produção de histórias nas aulas. A produção ficcional pode ser oral ou escrita. Qual a diferença entre ambas? Existe uma metodologia específica para cada uma?
 
 

11. Cinema e Educação


Este grupo tratará das narrativas fílmicas e o seu uso no espaço formal e informal da educação. Pesquisar o que é ESPAÇO FORMAL e ESPAÇO INFORMAL. No meu blog cinema e educação, vocês poderão ter acesso a reflexões sobre a relação cinema e educação.
http://cinemaeeducacao-uneb.blogspot.com.br/
 No link abaixo, vocês vão ler um texto pouco aprofundado, mas com questões interessantes. http://www.infoescola.com/pedagogia/relacao-entre-cinema-e-educacao/.

Acho importante que vocês analisem a partir da experiência de vocês, como o filme era usado na sala de aula. Contem as suas histórias e tragam como parte da reflexão de vocês. O ideal era que pudessem visitar uma escola e perguntar às professoras.

12 - Literatura e Novas Tecnologias

O que são as novas tecnologias? Qual a relação entre a literatura infanto-juvenil e essas novas tecnologias? Livro impresso ou digitalizado? O que são fanfics? A adaptação dos textos literários impressos para o espaço virtual.

http://revistas.usp.br/literartes/article/view/47172/50903




 

terça-feira, 23 de setembro de 2014

GRUPOS DE ESTUDO E TRABALHO - 2014.2


GRUPOS DE ESTUDO E TRABALHO

1.   Linguagem literária: metáforas, símbolos, gêneros.





Elisângela Meneses

 

2.   Literatura infantil e contexto sociocultural

Edineia Santos

Felipe Souza

Mailã Sodré

Raine Costa

 

3.   Literatura infantil e oralidade: a transmissão vocal de textos

Tamyres Almeida

Mariana Araújo

Elaine Heloisa

Gislene Oliveira

 

4.   Formas de apropriação contemporâneas da tradição oral

Carla Cerqueira

Fernanda Conceição

Gilzelia Conceição

Ruan Souza

 

5.   Relações entre indústria editorial, mercado e estado

Soraia Cruz

Laura

Silvia Letícia

Maria Cristina

 

6. Escolarização da leitura de textos literários

Alexsandra Costa




 

7.   Produção nacional: a contribuição de Monteiro Lobato

Douglas Almeida

Silvio Roberto

Simone Cruz

Gilmaria Felipe
 

8.   Boom da literatura infantil na década de 70





 

9.   Literatura e formação do leitor: a produção de sentidos, acervo, condições de produção.

Alexandra Castro

Vitor Souza

Adriana Oliveira

Maria de Lourdes

 

10.       Produção de textos ficcionais na escola

Edson Salles

Victória Cerqueira

Ricardo Meneses

Tais Almeida

 

11.       Cinema e Educação

Dulci Gondim

Naine Correia

Rita Frazão

Isabele Gomes

 

12.       Literatura e Novas Tecnologias

Rafaella Delmondes

Ledaine Alcântara

Ana Lúcia

domingo, 22 de setembro de 2013

GRUPOS DE TRABALHO - 2013.2


1.     Cleide Santos da Costa  e  Auxiliadora Maria Barros Guimarães

2.     Viviane de Santana dos Santos  e  Luciene Sena dos Santos

3.     Alcimara Ramos Melo  e  Marcia Tavares Sacramento

4.     Lucas Galvão Borges  e  Abel Ferreira Lima Junior

5.     Licia Ramos  e  Mirian do Carmo

6.     Jucilene Oliveira  e  Vilmara Santos

7.     Bartiria Pinheiro de Oliveira  e  Arilma Brito

8.     Ana Paula Silva dos Santos  e  Maiana Correia

9.     Maria Clara Chaves Portela  e  Neidinalva Marques

10. Maria Edneyde Santos  e  Itana Bárbara Mota Santos

11. Marciel Santos  e  Thaís Guedes

12. Fernanda G. dos Santos  e  Thaís Souza

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Planejamento Semestre - 2013.2

LITERTAURA E EDUCAÇÃO
PLANEJAMENTO DO SEMESTRE
CAMPUS I - LAURO DE FREITAS
2013.2

 
Número de alunos matriculados: 028
Dias de Aulas: sextas-feiras, das 13h15 às 16h35                                     Carga Horária: 60h
 

Ementa: Literatura, educação e sociedade e identidades; Literatura e tradição oral; a arte de contar história; Literatura infantil e juvenil: a formação do leitor; contextos de produção, recepção e consumo; Literatura e ensino: alternativas metodológicas.

 Conteúdo Programático:

1 - Linguagem literária: a dimensão lacunar e polissêmica.
2 - Literatura infantil e contexto sociocultural.
3 - Literatura infantil e oralidade: a transmissão vocal de textos.
4 - Formas de apropriação contemporâneas da tradição oral.
5 - Relações entre indústria editorial, mercado e estado.
6 - Escolarização da leitura de textos literários.
7 - Produção nacional: a contribuição de Monteiro Lobato.
8 - Boom da literatura infantil na década de 70
9 - Literatura e formação do leitor: o método recepcional.
10 - Produção de textos ficcionais na escola.
11. Cinema e Educação
12 - Literatura e Novas Tecnologias

 Metodologia de Trabalho

Formação de GTs.

GTs
Tópico
01
Linguagem literária: metáforas, símbolos, gêneros
02
Literatura infantil e contexto sociocultural
03
Literatura infantil e oralidade: a transmissão vocal de textos
04
Formas de apropriação contemporâneas da tradição oral
05
Relações entre indústria editorial, mercado e estado
06
Escolarização da leitura de textos literários
07
Produção nacional: a contribuição de Monteiro Lobato
08
Boom da literatura infantil na década de 70
09
Literatura e formação do leitor: a produção de sentidos, acervo, condições de produção
10
Produção de textos ficcionais na escola
11
Cinema e Educação
12
Literatura e Novas Tecnologias

 
Avaliação

Cada GT apresentará:

AVA 1: Seminário (GTs) – 10,0
AVA 2: Seminário (autores e obras) – 10,0
AVA 3: Criação: produção literária infantil – 10,0

 Textos para consulta:

 BURKE, Peter. Cultura Popular na Idade Moderna (1500-1800). Trad. Denise Bottman. São Paulo: Editora Companhia de Bolso, 2010.

CADERMATORI, Lígia. O que é Literatura Infantil. São Paulo: Brasiliense, 2010, 2ªed. COELHO, Nelly Novaes. Literatura Infantil. São Paulo: Moderna, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O Conto de Fadas: Símbolos - Mitos – Arquétipos.  São Paulo Ed. DCL, 2003.

COELHO, Nelly Novaes. Panorama Histórico da Literatura Infanto-Juvenil: das origens indo-européias ao Brasil Contemporâneo. São Paulo: Manole, 2010.

HUNT, Peter. Crítica, Teoria e Literatura Infantil, São Paulo: Ed. Cosac Naify, 2011

LAJOLO, Marisa, Regina Zilberman. Literatura Infantil Brasileira:  História ε Histórias. 6ª Ed. São Paulo: Ática, 2007.

PALO, Maria José, OLIVEIRA, Maria Rosa D. Literatura Infantil: Voz da criança. São Paulo: Ática, 2006

ZILBERMAN, Regina. A Literatura Infantil na Escola. São Paulo: Global, 2003.